8 de dez de 2009

Trecho do conto a menina da janela.

Era como observar uma folha que cai no fim de tarde no outono, olhar uma rosa, observar uma gota de chuva... Passei longas tardes sentadas sobre aquela poltrona apenas observando aquela linda menina, por ela eu desafiaria o exercito romano, entraria no cavalo de Tróia, mas tudo na vida precisa partir e deixar saudades.
Era uma linda tarde e eu estava lendo Clarisse, quando ela não apareceu fiquei como a personagem Ana do conto AMOR, perdido em um rio de lágrimas a mercê da piedade, Tróia foi invadida e o exercito romano perdeu sua ultima batalha.
Anos depois, ainda me pergunto se tenho saudades ou se aquela foi simplesmente uma perca das varias que passei...


sandrio cândido.

este um trecho do conto que estou tentando escrever.

Nenhum comentário: