10 de jul de 2010

A prece.

Debruço sobre o mármore. De joelhos
Olho a cruz sobre a madeira vermelha
Dispenso palavras. Basta o silêncio
Para contemplar o interior do templo.

Uma prece é sussurrada sobre as velas
Ouço à com estranha angustia
Como se o pedido daquela mulher
Fosse também o meu pedido mudo.

Uma palavra jaz no ultimo suspiro
Da esperança que já não clama a vida
Porque sabe que a morte próxima
É o único destino que possuímos.

Olho o rosto do Cristo crucificado
Sua pele rasgada. Seus olhos opacos
Parecem olhar a mulher que reza.
Deve está ouvindo aquele pedido.

Eu rezo em silêncio. Contemplo tudo
E peço apenas que eu seja vazio
Porque de tudo que se completa
Há um transbordar sem necessidade.

Mas a mulher reza pelos filhos israelitas
Por aqueles que colheram suas rosas
Em campos de guerras. Pelos pais
Que nunca mais acariciarão seus filhos.

sandrio cândido.

10 comentários:

José Carlos Brandão disse...

Quando tudo está bem, é preciso rezar em ação de graças pela criação.
Quando tudo vai mal, rezar é a única solução.
E a poesia é uma forma de oração.
Abraços.

Sandrio cândido. disse...

josé carlos,
Na verdade toda prece é una poesia de encontro a deus, ou ao amor maior que para muitos tem outros nomes.
saudações.

Sonhadora disse...

Muito lindo o seu poema, quase uma oração.

Beijinhos
Sonhadora

Sylvia Araujo disse...

"E peço apenas que eu seja vazio
Porque de tudo que se completa
Há um transbordar sem necessidade."

Isso é boniteza demais, Sandrio!

Beijomeupravocê

Lara Amaral disse...

Grande poema, meu caro!

Abraço.

Juliana Carla disse...

Sandrio,

O silêncio também é uma prece. Dizem que é até mais forte do que o balbuciar das palavras.

Amigo, para suprir minha ausência no seu cantinho deixei comentários nas postagens anteriores, ok?

Sinto muito pela demora em vir lhe visitar. Ando com o tempo estilo “cano curto”. Além disso, a semana passada fiquei muito doente. O excesso de atividades mentais me nocauteou.

Bjuxxx e xerooo querido.

P.S.: espero que a morte que se faz presente seja superada para encher seus dias de vida. Que venha um novo amor. Assim seja!

Insana disse...

Este suspiro mostra a força de lutar.

Bjs
Insana

Renata de Aragão Lopes disse...

Aprecio muitíssimo o tema!
Prece, fé, devoção.

Um abraço,
Doce de Lira

Almeida Lucius ™/ Ulisses Reis ®/Heleno Vieira de Oliveira disse...

Gostei muito do tema, parabens, tenha um belo fds, beijos !!!

Juliana Lira disse...

Eu já disse que sou tua fã? O que é isso Sandrio???
Que espécie de aroma suave vc põe em teus poemas que os deixa com esse olor de encantamento?
É até desigual eu vim admirar essa beleza e vc ir olhar meus escritos simples...
Estou encantada!

"E peço apenas que eu seja vazio
Porque de tudo que se completa
Há um transbordar sem necessidade."

Nossa... Transbordei