3 de abr de 2011

O enigma da rosa

Hoje me busquei em teus olhos e eles já não estavam mais onde eu deixei, onde foram não sei, só sei que as vezes basta apenas a presença de algo, mesmo que seja uma simples pétala esquecida ao canto da sala, por acaso ela permite que o sonho visite o castelo da memoria e encontre nele o quarto da saudade,onde deixei aberta a janela em que teu rosto tantas vezes se desnudou frente aos meus olhos de poeta.hoje passei entre as rosas, decifrei o enigma, quem dera eu não tivesse descoberto, pois chegar  a ultima petála da rosa é sempre como descortinar a morte. Viver é desnudar a rosa do tempo e nela deitar ao chão as petálas dos instantes, e tantos deles possuem um pouco de ti, e em ti sempre haverá um pouco de mim.
Resta-me caminhar nos ombros do mundo, peregrino de instantes sonhados, resta-me tentar encontrar a aurora adormecida no escuro da noite, o azul encoberto no cinza da minha são Paulo.
Volverei meu olhar para a eternidade, lá nos possuiremos como ninguém já se possui aqui nesta terra de pó e versos. lá seremos completos em nossa incompletude, lá seremos qualquer coisa, qualquer poema, qualquer sonho, lá finalmente seremos, pois aqui só sonhamos ser....

sandrio cândido

7 comentários:

нєllєи Cαяoliиє disse...

Tão lindo e tão vago ao mesmo tempo... mas gostei :)
Beijos

Cáh disse...

Olá...

vc escreve de uma maneira muito intensa. Gosto das palavras que vc escolhe e dos rumos do texto..


Um beijo

Juliana Lima disse...

"Viver é desnudar a rosa do tempo e nela deitar ao chão as petálas dos instantes, e tantos deles possuem um pouco de ti, e em ti sempre haverá um pouco de mim. "

Moço, que coisa mais linda.
Que arte é essa que fazes com palavras? Tudo tão intenso, tudo tão seu e ao mesmo tempo tão universal...

Obrigada ao acaso por encontrar letras tão lindas e cheias de significado!

Beijo.

Camila Lourenço disse...

Que texto intrigante Sandrio!

Gostei!

Beijo!

Sandrio cândido. disse...

Juliana querida, fico emocionado e grato com tuas palavras que me mostra que vale a pena continuar a escrever.
Intrigante Camila, então decifre-me.
rsrs
beijos a todos vocês queridas leitoras.

Luci disse...

Lindo demais Sandrio.


'Viver é desnudar a rosa do tempo e nela deitar ao chão as petálas dos instantes, e tantos deles possuem um pouco de ti, e em ti sempre haverá um pouco de mim. '

Patricia s2 disse...

Triste e apaixonante.
bejuxus!!!