9 de jul de 2011

Os olhos


Sei que nossos  olhos guardam castelos .Edifícios a sombra 
de alguma luz.Sei que há uma dor tão grande 
que é indizível para as lagrimas. 

Desfilamos junto as horas mortas. Na insónia das cores 
emaranhados aos jardins encobertos 
pelos senhores de ternos. 

O mundo é o sepulcro da felicidade. Desaprendemos 
o olhar no horizonte. Como procurar a liberdade 
neste esvaziar das tardes humanas. 

Úmidos lábios da solidão,beija-nos esta noite 
para que possamos ouvir no eco dos nossos  gritos 
a resposta que tanto almejamos. 

Sei que nossos olhos guardam sonhos emoldurados 
pela saudade distante.Rostos desfigurados 
pelos anos que já não enamoram o tempo. 

Sandrio Cândido 

10 comentários:

Lara Amaral disse...

Guardam, sim. E almas sensíveis como vc se alertam para isso. Deveríamos aprender mais a ler o olhar.

Beijo.

Tania regina Contreiras disse...

Sandrio, sua poesia tem me encantado muito... Desaprendemos a olhar no horizonte, verdade...Tanta sensibilidade em você, tão jovem poeta!
Beijo

Sam disse...

"Sei que nossos olhos guardam castelos" dizer mais lindo esse, Sandrio. Me alcançou, me tocou num sentido, como se fosse um encontro pupilar.

Me fez lembrar de uma frase famosa: " quem não compreende um olhar, tão pouco entenderá uma longa explicação"

Meu carinho
Samara Bassi

Ítalo do Valle disse...

Grande baú é esse no fundo dos nossos olhos...guardam o mundo e mais um pouco.

Um grande abraço!

marlene edir severino disse...

Nos olhos estão contidas todas
as palavras de mensagens não escritas. As verdadeiras.

Abraço, Sandrio!

Marlene

Fé Fraga disse...

Meu querido amigo.
Poema mt bem escrito, sensível.
Digo-lhe que "o essencial é invisível aos olhos".

Um beijo,
Fé Fraga.

A Escafandrista disse...

"olhos guardam castelos... esvaziar de tardes... olhos guardam sonhos emoldurados".

Para mim foram os pontos mais altos desta bela poesia. Lindo demais, parabéns pela delicadeza com as palavras!

нєllєи Cαяoliиє disse...

""Sei que nossos olhos guardam castelos" e dentro desse castelo,os maiores segredos e surpresas,que precisam ser desvendados!
Sandrio,sua poesia é cada vez mais encantadora,parabéns!
Beijos

dade amorim disse...

Sensível e lindo seu poema, Sandrio.
Bj.

Juliana Lira disse...

Nossos olhos guardam uma vida inteira... Lindo!

Milhoes de beijos